Prosa, poesia, conexões quânticas, dicas de redação e de leitura, comentários, reflexões… Palavras em infinito movimento!

Posts marcados ‘poemas de amor’

De bem

 

 

 

 

 

O aroma do assado

subverteu a ordem,

o coentro, o manjericão

espocaram na língua,

desfazendo os nós,

a framboesa,

derretida em calda,

suavizou a tensão,

o vinho espalhou-se,

generoso,

turbilhonando nas taças

de cristal,

as cores estaladas

das frutas e flores,

displicentemente

colocadas

sobre o aparador,

combinaram-se

como arco-íris

depois de chuva de verão,

o roçar da toalha branca,

de neve rendada,

o tilintar da fina porcelana,

tocada de leve

pelos talheres de prata,

inundaram de tons

irreverentes

o ambiente,

antes tão formal.

Uma refeição primorosa

selou, naquele dia,

as pazes do casal.

Anúncios

Fragmentos

Esperando…

A vida é um

esperar contínuo,

9 meses para nascer,

muitos 18 anos

para crescer,

amadurecer

quando?

 

 

Descoberta

De beijo em beijo, de toque em toque, de afago em afago,

de repente,

nossos rostos deixaram cair as máscaras,

nossos olhos permitiram revelar-se,

nossas mãos tocaram-se de fato

e nos conhecemos.

 

 

Humano destino

Primeiro, somos terra fértil.

Depois, florestas dizimadas.

Enfim, etéreo firmamento.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: