Prosa, poesia, conexões quânticas, dicas de redação e de leitura, comentários, reflexões… Palavras em infinito movimento!

Posts marcados ‘poema sobre a natureza’

Crônica do Tempo

 

Porque roubaram o frescor das árvores e das águas,

o inverno se tornou irreconhecível

Porque deixaram a Terra ser irremediavelmente ferida,

a primavera enlouqueceu

Porque acenderam fornalhas de ganância por todos os cantos,

o verão se agigantou

Porque as cinzas pesaram impunemente sobre a ferrugem das folhas,

o outono morreu

Foi-se o tempo

e nenhum outro

veio para ocupar 

o seu lugar.

Crônica do tempo 2A

 

Antes fosse…

 

Árvores que chovem deixam cair 

suas lágrimas, pingos de folha,

como se, com isso, aliviassem

a secura do mundo.

Árvore que chove 1B

 

 

Haicai 17

Ao florescer em tom rosa

pálido, quase branco, o ipê

brinca que está nevando.

Ipê branco 1

Haicai 14

 

Cor-de-rosa –

flores de ipê caídas

pelo caminho.

Ipê cor de rosa 6

Haicai 13

 

Murmúrio de regato – 

o silêncio da natureza

é cheio de sons.

Regato 2A

Ilhabela

Estou partindo,

impregnada de sol,

de tepidez das águas,

de canção das matas.

Por onde ando

reflito calor extemporâneo,

imponência de montanha,

o balançar de ondas e barcos.

Por onde passo

deixo pistas de areia fina,

respingos de pele molhada.

Em tudo

vejo brilho de prata,

de cidade refletida no oceano.

Por tudo e por nada

lembro de flores esparsas,

pontilhando todos os caminhos.

Ilha cheia de artimanhas,

seduziu meu corpo,

encantou meus sentidos,

usou de magia e sortilégios,

me deixou enfeitiçada.

Ilhabelafina2

Aquarela II

chuvajanela495

O mundo desaba

torrente de lágrimas

nuvens escuras raios amarelos

percussão de trovões

pouca gente na rua

é domingo

recolhimento e medo

orações

a água escorre dentro de casa

janelas fechadas

cortinas molhadas

sirenes

de repente um fog

londrino

o ar se torna espesso fumaça

o vento vem e espalha

umidade densa

entorna

penetra ultrapassa

a terra o asfalto

fica muito nítido

limpo claro

a noite recende a alfazema

e canta sem palavras

tudo passa tudo passa

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: