Prosa, poesia, conexões quânticas, dicas de redação e de leitura, comentários, reflexões… Palavras em infinito movimento!

 

Porque roubaram o frescor das árvores e das águas,

o inverno se tornou irreconhecível

Porque deixaram a Terra ser irremediavelmente ferida,

a primavera enlouqueceu

Porque acenderam fornalhas de ganância por todos os cantos,

o verão se agigantou

Porque as cinzas pesaram impunemente sobre a ferrugem das folhas,

o outono morreu

Foi-se o tempo

e nenhum outro

veio para ocupar 

o seu lugar.

Crônica do tempo 2A

 

Anúncios

Comentários em: "Crônica do Tempo" (3)

  1. Muito lindo.. .Palavras bem postadas …Parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: