Prosa, poesia, conexões quânticas, dicas de redação e de leitura, comentários, reflexões… Palavras em infinito movimento!

Sobre coaching 2

Como o tema causa muito interesse, em especial no meio empresarial, compartilho outro artigo da minha aluna e profissional de coaching, Maria Cristina Costa Consalter, desta vez sobre coaching executivo. Muito bom e esclarecedor, como sempre. Boa leitura!

O coaching executivo

Executivo bem preparado é como um maestro exigente. Mantém a equipe em harmonia. O cliente agradece

Executivo bem preparado é como um maestro exigente: mantém a equipe sempre em harmonia. O cliente agradece

A cada momento o mercado inova em produtos e serviços para atrair e encantar consumidores ávidos por “high tech”. Muitas organizações buscam se manter vivas e competitivas e, com essa finalidade, investem continuamente no desenvolvimento de novas práticas de liderança com seus executivos, visando proporcionar maior competitividade e valor à marca.

O mercado tem oferecido diferentes tipos de treinamento de desenvolvimento de líderes, com objetivos específicos, adequados às necessidades dos clientes. Um deles é sensibilizar e instrumentar gestores na tomada de decisão de qualidade e na definição de procedimentos mais refinados em situações inusitadas e adversas do cotidiano da liderança.

O coaching, quando conduzido de forma ética e profissional, tem se mostrado um investimento de valor inestimável, com o propósito de alinhamento das necessidades das empresas e dos seus gestores.

O que é o coaching executivo ou de liderança?

É um processo de desenvolvimento de competências comportamentais de liderança, focado em metas e ações planejadas pelo coachee (cliente), a fim de treinar novas habilidades que produzam impacto positivo em seus resultados.

O coaching promove o ajuste da realidade atual do coachee ao de suas possibilidades futuras, na carreira de executivo, empoderando-o e apoiando-o a obter alta performance nas suas atividades.

Quais são as etapas do processo do coaching?

* Investigação, reflexão e conscientização sobre o impacto das atitudes do coachee no estilo de liderança adotado;
* Descoberta pessoal de seus pontos fortes e frágeis;
* Ampliação da percepção de si mesmo;
* Aumento da capacidade de se responsabilizar pela própria vida, assumindo uma posição de corresponsabilidade perante os eventos;
* Estrutura e foco;
Feedback realista do coach para o coachee;
*Apoio.
De acordo com pesquisa realizada por David Peterson – Management coaching at work –, os executivos avaliam como pontos mais importantes no relacionamento entre coach e coachee:
* Conversa focada, construtiva e sem julgamentos;
* Relacionamento de confiança e apoio (aliança bem construída);
Feedbacks claros sobre o processo de construção de novas habilidades.
O coaching tende a ser bem-sucedido, quando o coachee se motiva a realizar as tarefas (planos de ação), exercita e fortalece a meta de competência e se desafia a criar novos hábitos e postura de liderança.

A parceria entre coach e coachee funciona como um verdadeiro farol que ilumina o caminho para o aprendizado mútuo e o sucesso do trabalho. Como coach, tenho aprendido uma grande lição de vida: “Clarear o caminho do outro, para que possa fazer uma passagem mais confiável e segura”. E, dessa forma, também me ilumino na travessia…

 

Artigo de Maria Cristina Costa Consalter, certificada em Coaching, em 2013, pelo ICI.

Referência: Curso de formação e certificação em Coaching Integrado – ICI Integrated Coaching Institute.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: