Prosa, poesia, conexões quânticas, dicas de redação e de leitura, comentários, reflexões… Palavras em infinito movimento!

Consciência

Em minhas aulas de redação, muitas vezes os alunos se surpreendem quando, a partir de uma boa reflexão sobre o tema proposto, peço para que definam o título do texto a ser escrito. Isso porque é muito mais comum a prática de “escolher” um título depois de escrever o texto.

Vejo essa prática como desperdício de um recurso fundamental para o desenvolvimento da escrita, que é o de “escolher” sim, mas um recorte, um caminho, uma perspectiva pela qual vamos trabalhar aquele texto. Essa escolha fica mais fácil de ser visualizada, quando definimos o título antes de começar a escrever.

Por mais objetivo que seja um tema, sempre há várias possibilidades de abordagem. Isso é percebido ao longo da exploração do assunto, da reflexão: o que esse assunto significa; em que contexto ele faz sentido; o que eu sei sobre esse assunto; qual é a minha opinião sobre esse tema; quais argumentos justificam a minha opinião…

Uma vez explorado o máximo possível o tema em questão, cabe analisar por qual ângulo, dentre todos aqueles vistos, é mais fácil, mais confortável – por termos mais informações –, e até mesmo mais instigante escrever a respeito. Aí entra a definição do título, fazendo um resumo da abordagem escolhida, para nos direcionar, ao longo de todo o texto, como uma bússola. Dificilmente, contando com esse apoio, nos perderemos em sinuosidades desnecessárias ou em fuga do tema. Ao contrário, será muito provável conseguirmos escrever um texto muito mais coerente e objetivo.

Vejamos alguns exemplos de títulos (de quatro de meus posts), com base nessa técnica. Para efeito de demonstração, só coloco aqui o tema genérico e a abordagem escolhida, depois de feita a reflexão a respeito do assunto:

(1)

Tema: Desenvolvimento da escrita

Abordagem escolhida: O que levou o homem ao desenvolvimento da escrita? A necessidade de fixar o que era, até então, só falado. Isso acabou por nos levar também a temê-la, pois “o que se escreve, fica”. Essa afirmação, por sinal, traduz a razão de ser da escrita!

Resumo da abordagem em um título: Medo de escrever… Quem não tem?

(2)

Tema: Incentivar o gosto pela leitura

Abordagem escolhida: Para quem quer escrever bem e ampliar sua visão de mundo, tornando-se mais crítico e menos sujeito à manipulação, tão comum nos tempos atuais, fazer da leitura um hábito prazeroso é fundamental.

Resumo da abordagem em um título: Ler e gostar, é só começar!

(3)

Tema: Exercícios criativos de redação

Abordagem escolhida: Exercitar-se com palavras “soltas” (sem um contexto que as “ampare” ou explique) estimula a imaginação, permite que se vá longe em termos de associação de ideias, de emoções e de reflexões, o que resulta em inspiração para escrever, conversar e formar opinião, respeitando e fortalecendo a percepção pessoal sobre as coisas

Resumo da abordagem em um título: O poder das palavras soltas

(4)

Tema: Aceitação

Abordagem escolhida: Aceitar as coisas como são é um dos maiores desafios do ser humano. Nada mais parece ter tanta importância

Resumo da abordagem em um título: Tudo o mais é poeira de estrelas

Pode acontecer, depois de escrito o texto, que se resolva dar uma aprimorada no título definido inicialmente, tornando-o ainda mais adequado, ou instigante, ou envolvente, ou ainda divertido, irônico etc. É certo, no entanto, que aquele primeiro título, que foi pensado antes da escrita e resumiu com clareza a perspectiva escolhida para tratar o assunto, cumpriu sua importante função, ou seja, a de levar o autor a escrever, com segurança, facilidade e sem perda de foco, um texto objetivo e coerente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: