Prosa, poesia, conexões quânticas, dicas de redação e de leitura, comentários, reflexões… Palavras em infinito movimento!

Ilhabela

Estou partindo,

impregnada de sol,

de tepidez das águas,

de canção das matas.

Por onde ando

reflito calor extemporâneo,

imponência de montanha,

o balançar de ondas e barcos.

Por onde passo

deixo pistas de areia fina,

respingos de pele molhada.

Em tudo

vejo brilho de prata,

de cidade refletida no oceano.

Por tudo e por nada

lembro de flores esparsas,

pontilhando todos os caminhos.

Ilha cheia de artimanhas,

seduziu meu corpo,

encantou meus sentidos,

usou de magia e sortilégios,

me deixou enfeitiçada.

Ilhabelafina2 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: